top of page
Buscar
  • Foto do escritorSimone Komatsu

Depressão

Olá!!

Tudo bem com você?


Nossa, não precisa franzir o cenho desse jeito.. hhaahaa não se assuste com o título do texto de hoje!

Meu pensamento que foi super longe e acabei me fixando nesse assunto que é a depressão que tem acometido muita gente por N motivos e que muitas vezes o final é a morte.

A depressão é silenciosa, ela dissimula as atitudes dos que estão depressivos ora os deixando calados, alegres demais, criativos ao extremo, doentes.. os sintomas são bem variados.. mas quando está na "forma" de doença, a percepção de quem vê é maior.

Afinal uma pessoa alegre não pode ter depressão ou sentir algum tipo de tristeza. E ai desse alegre estar com a cara meio fechada algum dia! É uma cobrança gigante e sem sentido que faz a gente se sentir na obrigação de sorrir todos os dias ininterruptamente!

Há alguns anos eu tive um aluno que me perguntou assim: "Teacher, você não problema não?"

Olhei pra ele com cara de HÃ? - quem me conhece e convive comigo conhece essa minha cara! Ahhahha é uma careta digna de show de stand up comedy haaha

E ele respondeu: "ahh teacher! Você tá sempre rindo! Nunca vi isso!"

Eu nem respondi porque não sabia nem o que responder! Mas depois eu fiquei pensando se eu tinha a obrigação de ficar de cara fechada pra mostrar que eu tinha problemas, porque todo mundo tem algum em certo ponto da vida.

É a mesma cobrança de sorrir/dar risada sempre e ficar triste e rabugento.

Ai daquele que é sempre fechado e um dia ele aparece sorrindo! Sofre um massacre de perguntas também! E obviamente que ele vai virar a chavinha do humor dele no mesmo momento só pra parar de ouvir perguntas e piadinhas idiotas.

Você se lembra do Chester Benington? O cara que era vocalista da banda Linkin Park e que se matou há alguns anos! Eu adorava a banda e as músicas deles, mas eu nunca tinha parado pra ouvir com atenção a letra das músicas deles.

Apesar do som meio pesadinho, as letras são de um profundidade emocional e sentimental que, se você ouvir se olhos fechados e focado na letra, dá pra sentir uma coisa tão doída na alma, um sofrimento abafado gritando por um pedido de socorro. Um socorro que, muitas vezes, é difícil de entender ainda mais se tiver um arranjo musical que desfoca um pouco da letra.

No modo mais lento dá pra perceber direitinho.

Você imaginaria que ele sofria de depressão?


Leave out all the rest

When my time comes, forget the wrong that I've done


Help me leave behind


Some reasons to be missed


And don't resent me, and when you're feeling empty


Keep me in your memory, leave out all the rest

Quando minha hora chegar, esqueça os erros que cometi


Esqueça todo o resto

Ajude-me a deixar para trás


Alguns motivos para que eu faça falta


Não fique ressentida comigo, e quando se sentir vazia


Mantenha-me em sua memória, esqueça todo o resto


Kurt Cobain que também se matou, acho que há quase 30 anos, esse tinha um estilo bad boy, tipo: sou drogado mesmo e você não tem nada a ver com isso...

A cara dele era meio de deprê mas assim.. a banda dele fazia um sucesso monstro na época.

Será que no caso desses dois citados acima, seria o sucesso que os levou a depressão?

E a gente? O que faz a depressão chegar junto e colar na gente de mansinho? A questão seria a falta de autoconhecimento e viver sempre no piloto automático?


A depressão não faz distinção de pessoa. Ela entra pra quem abrir a porta do lado escuro e se encontra na mesma vibe e vai se afundando de um jeito que muita gente não percebe, muito menos aqueles que estão mais perto.

O esforço pra disfarçar os sentimentos daqueles que estão por perto é descomunal. Porque se desconfiarem, vem as perguntas, as inquisições e as respostas não vem porque nem você sabe direito o que que tá acontecendo ou, se sabe, tenta "des-saber" (essa palavra é invenção minha! Ahha matei a língua portuguesa) pra evitar machucar menos e tentar deixar aquilo em stand-by por um pequeno momento.

É fácil, não!

Tá se perguntando como que eu sei disso? Hahahaha ai, carai! Busted! É,.. então.. é isso aí mesmo que você tá pensando. Não a nível Chester nem Kurt, mas uma coisa mais de leve mas que também não era agradável.


Não tenho medo da morte. Mesmo porque ela é certa de acontecer em algum momento. Assunto pesado, né? Pesado e temido por muitos!


Não tô pensando em fazer nada não. Não se preocupe! Haha mas é tanta gente que eu atendo e que tem sinais de depressão ou se tornam depressivas pelo tanto de medicamentos que tomam porque por causa deles o intestino fica ruim, o remédio faz o peso aumentar e aí já viu, né? Ninguém fica feliz em aumentar 10kg em um mês sem ter mudado nada do seu estilo de vida, com exceção dos medicamentos. E aí fiquei muito pensativa sobre o assunto e resolvi dividir isso com você.


Eu estava vendo um vídeo da banda Linkin Park e li nos comentários assim: "quando a gente é jovem, a gente se diverte com a letra e a música, mas quando a gente cresce, a gente entende a letra!"

E o mesmo comentário serve pra uma música da Pink, artista que eu adoooooroooo!!

Ela tem uma música chamada U+your hand (você e sua mão). Quando era um dos top alguma coisa, eu "cantava" enlouquecidamente, pulava, bagunçava mesmo. Aí o tempo passou, né? E quando eu ouvi de novo e me liguei na letra hahahahhhaahha ahhahahaa ai ai hahaha meeeeu! A música é sobre punheta!

Ela simplesmente diz pro cara: ".. é só você e sua mão hoje a noite".


Então tá né!? Ainda ouço a música? Sim! "Canto" e pulo loucamente? Não mais! Hahahaahaha apenas caio na gargalhada quando lembro de tudo isso!


É.. sabe, tenho vontade de me tornar expert no assunto depressão, pra poder entender melhor sobre o assunto.

"Você deveria ter feito medicina e ter se tornado psiquiatra!"


Será mesmo? Mas se é com a cura ou a prevenção da depressão, a nutrição tem o poder de melhorare/ou prevenir muito esse quadro!

A gente tem se alimentado tão mal! Tanto com alimentos de baixa qualidade quanto de emoções pesadas e que empurram a gente lá pra baixo!

A gente não pega Sol, bebe pouca água. As frutas e verduras cada vez mais cheias de agrotóxicos (ei, não tô dizendo que é pra parar de comer por causa disso, hein?), grande quantidade de compostos químicos que a gente nem nunca ouviu falar e que tá ali embutidinho no que a gente consome.

Bateu a bad só de escrever isso hahahah pqp!

Acho que o mundo se encontra com um pezinho na UTI. Espero que não chegue a isso e nem muito menos tenha que ser intubado porque aí sim a coisa vai ficar muito muito muuuito feia...

Deixando um pouco o lado sombrio... vou te contar agora o que eu já ajudei a melhorar em algumas pessoas. Duas delas são muito marcantes, uma já faz alguns anos e a outra é bem recente.

Há uns 4 ou 5 anos, atendi uma senhora diagnosticada com um quadro de depressão leve. Ela tomava medicamentos para dormir toda santa noite, do contrário, ela passava as noites em claro e o dia seguinte dela era horrível. Ficava sempre cansada e sem motivação pra fazer nada!

Foi quando sugeri que tomasse 1 xícara de chá de melissa, erva seca, por 30 noites seguidas. Sem adoçar com nada, purinho, purinho. A alimentação dela nãoe ra ruim, então entramos com o chá somente. Após 30 dias, ela retornou e me contou que sua médica havia tirado um dos medicamentos que ela tomava porque ela já dormia melhor e conseguia realmente descansar. Acordava bem e motivada. Pô... fiquei felizona!!


O segundo caso é de uma outra senhora, mulher de um paciente meu. Quadro diagnosticado de depressão após ter tido perdas de familiares muito próximos. Sugeri que fizesse atividade física e mudasse alguns aspectos da sua alimentação com a inclusão de alguns alimentos em determinados momentos do dia.

Eis que, ambos começaram a fazer Funcional no local onde eu trabalho.

Ele, porque eu exigi ahahahahahah ahhh eu juro que tava sendo legal, mas como não me ouvia... fiz exigência aahahhah e ela por ela mesma e também para para acompanhá-lo, já que sozinho... ia ser beeeem difícil. Eis que hoje ela é outra mulher! Mais animada, mais motivada e com um brilho no olhar que ela não tinha. Ele, por sua vez, ainda continua acima do peso, mas existe também uma serenidade no olhar que ele não tinha antes.


Dois casos que me motivam sabe... e quando a bad às vezes se aproxima de mim, procuro me lembrar dessas situações de superação de cada um daqueles que já passaram por uma consulta comigo. E com isso, descubro que tenho uma paixão imensa por Neuropsiquiatria voltada a nutrição. É simplesmente apaixonante! Posso dizer que gosto mais do que café e menos do que chá mate! hahahahahha


Que o momento bad, quando o tiver, seja ultra passageiro! Não deixa esse momento te agarrar! A gente é muito mais forte e dá pra sair dele ileso!




Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page