top of page
Buscar
  • Foto do escritorSimone Komatsu

Planejar o emagrecimento

Oi?

Hã?

O título é esse mesmo?

Hahaha

Oláaaaa!!! Tudo bem?

Siiim!!! É esse mesmo!!!!

Como a gente bem sabe e o calendário e a Natureza também nos contaram, nós estamos no Outono!!!

Estação essa que eu amo de paixão, solzinho na medida certa, céu azul e um vento fresco pra geladinho! Amo! Aaaamooo!!

Estação que precede o Inverno, que é outra que eu sou aaapaaaixonada!!

E friozinho... hmmm já sabemos o que acontece com a alimentação, né?

Chocolate quente, fondue de queijo, de chocolate , caldos cremosos com vários punhados de crouton, comidas mais gordurosas, entre outras coisas e, além disso, uma vontade de comer que parece ser interminável. E que é muitas vezes confundida com fome! Mas nem sempre é.

E é justamente nessa época de Outono/Inverno que o nosso peso e, principalmente as nossas medidas, vai aumentando e AUMENtando e AUMENTANDO!


*No texto da semana passada eu comecei com a pergunta: ter um corpo magro é sinônimo de felicidade? Pode ser para alguns e pode não ser para outros, mas acredito também que um ganho de peso acentuado em pouco tempo, pode ser bem triste pra quase todo mundo.


E em meados de agosto bate aquele desespero de que o Verão está chegando (quase ninguém lembra da fofa da primavera) e que do jeito que o corpo está, vai ser impossível usar um vestido, shorts, saia, bermuda, regata, blusinhas de alças mais finas, barriga de fora, etc etc. Sempre o mais do mesmo com doses maiores de ansiedade a cada ano.


Por isso o título desse texto: planejar o emagrecimento. E aqui complemento dizendo que é uma ideia planejar a manutenção do peso durante o ano e mais certeiramente durante a vida.


Todos os anos, nós temos todas as estações do ano, nos mesmos dias, nos mesmos meses e temos também o mesmo discurso de meados de agosto sobre perder peso.

Se a gente se comprometer com a gente mesmo em comer sem exageros, procurar cozinhar mais em casa, pedir menos delivery, continuar se exercitando e se hidratar corretamente, você acha que a gente cairia no desespero no final do inverno/início da primavera porque a forma física está um pouco... digamos.. circular?

Emagrecer somente pro verão, não é saudável! A não ser que você seja um urso e hiberne por longos meses e não saia de casa pra nada!

E é assim que a gente entra no efeito sanfona que é tão prejudicial quanto estar um pouco acima do peso. Fisicamente a gente pode não sentir tanto o baque disso, mas vamos pensar nos nossos órgãos que trabalham pra caramba 24 horas por 7 dias na semana! É justo com eles?

Eles não querem saber o que a mídia e a sociedade dizem sobre emagrecer, eles querem nos manter vivos e fazendo nossas atividades diárias sem termos prejuízos da saúde.

Se a minha saúde fica ruim, é porque alguém dentro da gente está falhando mas a gente só sabe disso, na grande maioria das vezes, fazendo exames laboratoriais porque algumas coisas são assintomáticas!

Uma dor de cabeça, por exemplo, pode ser apenas por falta de hidratação correta com água ou algo mais sério como uma hipertensão.

Uma diarreia pode ser porque a gente comeu algo estragado ou por algum ingrediente que simplesmente não foi digerido pelo corpo porque o intestino tem uma rixa com aquele determinado ingrediente. Como a gente descobre? Indo ao médico e ao nutricionista e fazer um tratamento pra melhorar aquela condição.


Se a gente faz vista grossa sobre coisas assim, vai chegar um momento em que não vai dar pra planejar o emagrecimento em primeiro plano, mas sim planejar um tratamento adequado para, assim que estiver curado, planejar o emagrecimento, se for necessário.


Outra coisa bem importante ao planejar o emagrecimento é saber DE VERDADE o quanto você está a fim de alcançar o seu objetivo e o por quê!

Dizer: "eu tenho que emagrecer" e continuar com os mesmos hábitos alimentares, bom... acho que isso diz que a vontade nem é tanta assim, né?

Continuar sedentário/a, bebendo bebidas alcoólicas com frequência, continuar no junk food... bom... pode haver a possibilidade de algo a ser tratado e cuidado em terapia com psicólogo, por que não?

Uma ansiedade que leva ao extremo de comer um combo gigante de lanche e mais uma barra de chocolate inteira em poucos minutos, pode ser que algum gatilho que despertou essa ansiedade tenha sido ligado, mas qual gatilho? Por que e como?

Terapias com psicólogos, terapias alternativas, meditação e aprender a respirar usando o diafragma (a respiração correta) contribuem muito para descobrir e cuidar dos efeitos desses gatilhos.


E a Nutri entra onde nessa estória toda?

Vou falar por mim, tá? O que eu faço... eu ajudo na organização do hábito alimentar, ou seja, o que é melhor aumentar, o que é melhor diminuir, dou sugestões de receitas, sugiro como regular o sono, dentre outras coisas. E tudo isso de acordo com o seu estilo de vida, sua cultura, sua raiz! Sem exigências ou restrições absurdas e rígidas!

Um trabalho conjunto, planejado juntinho com quem mais interessa o sucesso do alcance do objetivo: VOCÊ!

Mas não deixe isso de última hora! Não precisa se privar do seu chocolate quente mas ter um receitinha melhor do que com achocolatado já é uma mão na roda!


Beeeijoooo!!!


44 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 коментарі


smassis76
12 квіт. 2023 р.

Oi Simone, nossa planejamento é tudo na vida, você abordou algo muito importante. Planejamento e disciplina fundamentais para mudança de estilo de vida. Bravo ma belle!!

Вподобати
Simone Komatsu
Simone Komatsu
12 квіт. 2023 р.
Коментар для:

Merci beaucoup mon amie!!! Então... todo ano é a mesma coisa hahhaha só que as estações não mudam. Mas não sei o que acontece, a disciplina nas estações mais frias ficam guardads junto com as roupas de calor! Hahahha

Вподобати
bottom of page