top of page
Buscar
  • Foto do escritorSimone Komatsu

Vínculos

Ooolá!

Tudo bem?


Estava eu, preparando meu café da manhã e, como sempre, os pensamentos voando como se tivesse uma brisa passando ao meu redor.

E eis que me deparo com a palavra vínculo e o que eu senti quando me deparei com ela (a palavra).

Uma palavrinha assim.. tão, aparentemente, inofensiva não deveria fazer meu corpo e meu peito se sentirem estranhos e pequenos.

Pois é... mas eu me senti esquisita hahahaa

Não sei explicar o que foi que eu senti exatamente mas foi algo do tipo, vínculo significa medo e é assustador.

Eu sei que vínculo e medo não tem nada a ver e, quem sou eu, pra brigar com Aurélio ou Houaiss pra mudar algum significado. MON DIEU! Continuem em paz, os dois! Só por isso, por respeito ehehee vou colocar a definição de vínculo aqui:


Significado de Vínculo

substantivo masculino

O que tem capacidade de ligar, unir, atar uma coisa a outra.

O que estabelece uma ligação afetiva ou moral entre duas ou mais pessoas: vínculo amoroso.

O que tem capacidade para estabelecer uma relação lógica ou de dependência: vínculo empregatício.

Imposto ou ônus que incide sobre uma propriedade; gravame.

Qualquer estado que resulte na redução ou limitação de um sistema físico.


Então.. tá vendo? O medo só tá na minha cabeça!!!!

Enfim... percebi que vínculos me assustam. Porém percebi também que eu mudei um pouquinho com relação a isso com relação a situações duradouras ultimamente ahhahaha

Mas, em tudo, eu sempre "fiz questão" de desvincular quando o vínculo estava ficando mais forte.

Pode ter sido por medo de responsabilidade e não conseguir dar conta? Pode!

Pode ter sido medo de não querer me estabelecer em algo mais a fundo? Pode também!

Pode ter sido por medo de me sentir presa? Pode!

Tudo isso pode ter sido inconscientemente? Aqui eu já não sei responder. Talvez! Porque já aconteceu de eu perceber o "desvinculamento" (hehe) só depois, beeeem depois.

Mas... Meeeu, pode ser tanta coisa!!!!

E escrevendo aqui eu percebo o quão injusta eu tenho sido comigo mesma em não me permitir a certas coisas, situações e pessoas.

Não sei você mas... eu já cometi tanta injustiça comigo mesma. E acredito que chegou a hora (na verdade, já passou né?) de parar com isso e deixar a vida fluir mesmo, na real!

Aí tava eu pensando em como continuar esse texto e me veio a seguinte frase:


Quando a gente começa a enxergar amor dentro da gente pela gente mesmo, o baú que a gente trancou a sete chaves pra, nesse caso, não criar vínculos, se abre aos poucos dando espaço pro novo que a gente tanto espantou com "muito sucesso". "Sucesso" esse que pode ser chamado de tampão de tule, afinal a gente vê mas não quer enxergar de verdade o que tanto a gente sente.


Quantos de nós faz (ixi.. fazemos??) isso? Seja por medo, pela vida atribulada, pelo saco cheio de levar porrada.... ou simplesmente por não acreditar que é possível criar vínculos sem ter sofrimento ou dor...

Só que a dor faz parte da vida, né? Sem ela, a gente não aprende justamente a viver!

Acredito que uma parte da abertura do meu baú, é a convivência com meus "sobrinhos" postiços. É inexplicável sabe? O amor e o carinho que eu sinto que eles tem por mim. Uma confiança tão pura, tão sem obstáculos. Eles gostam de mim assim, do jeito que eu sou ahahahah

E você pode pensar que é porque eu faço tudo que eles querem, mas eu não faço não ahahahahhah às vezes não resisto a cara de gato de botas do mais novo, mas quando é não, é NÃO! E 5 minutos depois, ele já vem pro meu colo e me abraça.

Criei um vínculo aí com os dois. Esse eu acho muito difícil eu me sabotar pra desvincular.


E aí? Como é a sua relação com vínculos de uma forma geral?


Beijoca!



Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page